A necessidade de economizar existe por conta de três situações possíveis; a primeira circunstancia é aquela onde passamos por um momento em que nossa renda caiu consideravelmente e, por conta disso, precisamos diminuir as despesas o mais rápido possível.

A segunda ocorre quando temos dívidas e estamos com dificuldades em honrá-las. E, por último, a terceira acontece quando possuímos algum objetivo e a falta de recurso financeiro é o que está sendo nosso impedimento. Nesse post, usando o conceito da Hierarquia de Necessidade de Maslow, darei dicas que os ajudarão a melhorar esses três cenários.

Maslow foi um psicólogo norte americano, defensor da noção de que as necessidades do ser humano precisam ser saciadas de maneira hierárquica. Ilustrou sua teoria através de uma pirâmide dividida horizontalmente em cinco, onde as necessidades mais e menos importantes para o indivíduo são dispostas de baixo para cima, respectivamente. São elas fisiologia, segurança, amor e relacionamentos, estima e realização pessoal.


Portanto, o primeiro passo para começarmos a economizar é identificar quais são nossos custos relacionados à manutenção da nossa saúde e segurança. Dentro dessa categoria entram as despesas essenciais, sem as quais não conseguiríamos sobreviver, como por exemplo, a alimentação, o sono de qualidade e a disponibilidade de abrigo. Faça um levantamento e entenda em que o seu dinheiro é usado. Identifique quais delas são, de fato, essenciais e quais são as supérfluas.


Segue abaixo algumas ideias de como podemos diminuir nossos gastos com os itens que não estão relacionados aos dois primeiros recortes da pirâmide:

  1. Trocar o plano de celular por um com valor inferior, e utilizar a internet apenas quando realmente precisar;
  • Usar a opção compartilhada de plataformas digitais, como Netflix e Spotify, por exemplo;
  • Levar comida de casa ao invés de fazer as refeições em restaurantes;
  • Investir em coisas que nos tragam benefício a longo prazo. Por exemplo, financeiramente acaba valendo mais a pena comprar apenas uma única peça de roupa mais cara, porém de qualidade (que durará por anos) do que 3 peças mais baratas (que se desgastarão em um curto período de tempo);
  • Lavar carro em casa ao invés de levar ao lava jato;
  • Se exercitar em espaços públicos e gratuitos, como parques e ciclovias, ou até mesmo na academia do seu prédio/condomínio. Dessa forma deixará de pagar matrícula e mensalidade da academia;
  • Informar o CPF para a nota fiscal no momento das compras, assim, no futuro, conseguirá resgatar parte do valor utilizado;
  • Parar de seguir perfis de lojas na internet. Ao consumir diariamente tais propagandas, a chance de sermos a sugestionados a pensar que precisamos de tal produto é alta.

Vale reforçar que é muito importante conversar e decidir essas questões em conjunto com as pessoas que residem com a gente. Como vemos na terceira parte da pirâmide de Maslow, o bom relacionamento com o grupo é muito importante para a manutenção da felicidade humana, e mudanças abruptas ou inesperadas podem causar um grande desconforto se suas motivações não forem bem esclarecidas às pessoas envolvidas.

Depois de verificarmos o que se encaixa melhor para a nossa realidade e realizarmos tais mudanças e trocas, poderemos passar para os outros dois degraus da pirâmide.


O penúltimo deles diz respeito à estima, o ser humano tem a necessidade de que as pessoas ao seu redor reconheçam e identifiquem seu valor no grupo. Essa questão está intimamente ligada as suas realizações.

Dentro desse contexto, comprar um carro ou uma casa é algo visto como grandes conquistas na vida de uma pessoa, justamente por que cumprir com o pagamento dos valores mensais (isso em caso de financiamentos) não é algo fácil. E, ao ocorrer atraso no pagamento de tais compromissos, normalmente o titular do contrato fica exposto a situações não muito agradáveis que podem gerar desconfortos como, por exemplo, ter o nome negativado, bens bloqueados e até mesmo o recebimento de ligações diárias referente às sanções de cobrança.

Portanto, dê prioridade ao pagamento das suas dívidas. Se existirem parcelas atrasadas, procure entrar em contato com a financeira responsável para negociar o quanto antes. Explique sua situação, fale a respeito das suas possibilidades, e procure entrar em um acordo.

A ponta da pirâmide diz respeito ao nosso desenvolvimento intelectual, emocional e profissional. Refere-se ao controle das nossas emoções e ações, desenvolvimento da nossa criatividade e entendimento dos nossos objetivos e valores.

O que fazer quando desejamos alcançar determinada meta e a falta de dinheiro nos atrapalha? Para ter meios de alcançar nossas potencialidades (um curso, intercâmbio, viagens) crie uma reserva financeira. Determinado isso, planeje qual valor será disponibilizado para cada despesa e qual valor será separado para suas aspirações futuras. Assim, teremos condições para dar o melhor direcionamento ao dinheiro economizado através do investimento que melhor se adéqüe aos nossos objetivos.