Ter um investimento é uma grande responsabilidade e por isso é importante prestar muita atenção em todos os detalhes para que você possa ter resultados financeiros positivos.

Existem pessoas que não veem problema nenhum em investir toda a sua renda em ações, mesmo correndo o risco de perder uma grande quantia e existem outras que não abrem mão da poupança, mesmo sendo menos rentável.

Mas antes de saber sobre os tipos de investimentos, é essencial que você saiba exatamente qual o seu perfil de investidor. Existem três tipos de perfil, então fique atento para que você possa se organizar e depositar seu dinheiro.

Perfil conservador

As pessoas com o perfil conservador priorizam a segurança nos investimentos ao invés de uma alta rentabilidade. Isso acontece pois muitas pessoas preferem saber qual o valor que poderão resgatar. Esse tipo de perfil busca, normalmente, investimentos de renda fixa e não estão dispostos a correr riscos.

Perfil moderador

Entre o conservador e o arrojado, o moderador tende à preferir uma segurança financeira, mas com uma tendência a se arriscar um pouco para poder ter lucro. Esse perfil é quando o investidor quer ter um retorno acima, mas sem correr grandes riscos. Optando dividir a carteira em renda fixa e variável.

Perfil arrojado

O investidor com o perfil arrojado tende a assumir riscos de médio e longo prazo, com o retorno financeiro ligado diretamente ao risco. Esse investidor entende que para ter um grande valor de resgate, mesmo que ao longo prazo, é necessário correr riscos e estar atento, acompanhando o capital.

Perfil Agressivo

E por último, o perfil do investidor agressivo. Nesse caso, o foco principal é obter o maior retorno possível, assumindo todos os riscos. Apesar de poder dar resultados positivos financeiramente, esses investidores não seguem uma determinada regra ou parâmetro, agindo muitas vezes pela emoção.

É o perfil arrojado levado ao máximo grau, assumindo riscos não calculados e que podem dar muito certo ou muito errado. O que consequentemente, se torna um erro pois ao não calcular os riscos negativos, existe uma grande chance de o investidor perder dinheiro.

Na maioria desses casos, as iniciativas são tomadas por conta própria, sem consultar assessores/consultores financeiros da corretora.

Você se identifica com algum desses perfis de investidores? Qual deles? Você se considera conservador, moderado, arrojado ou agressivo? Deixe aqui nos comentários.

Até mais