Definindo metas de curto, médio e longo prazo

Ter metas é um dos principais passos para o sucesso financeiro. Mas o que são metas? Você sabe por onde começar?

Metas nada mais são que formas de atingir um objetivo que você tenha em mente, sabe aquele carro que você está querendo trocar a meses, mas não consegue nunca se planejar para fazer isso acontecer? Então, definir as metas fará com que tudo fique mais próximo de se tornar realidade.

Essa é a diferença entre desejos e metas, já que um faz com que você só sonhe com as suas vontades e o outro te ajuda a conquistar de verdade.

Depois que você tiver algo que você quer muito em mente, você precisa planejar formas de como chegar nesse objetivo. Para isso, as metas são separadas em:

metas de curto prazo , médio e longo prazo.

Metas de curto prazo

São aquelas para você atingir em no máximo dois anos. Como por exemplo, conseguir um valor para uma viagem legal ou até mesmo trocar de celular, o tempo mesmo dependerá do valor que será essa meta proposta e quanto você conseguirá dispor no mês. Mas é importante se manter nesse limite de até 6 meses até 2 anos.

E lembre-se de ter uma reserva de emergência. Todo mundo sabe que imprevistos acontecem o tempo todo, e para evitar maiores dores de cabeça, você precisa estar preparado.

Metas de médio prazo

São metas a serem realizadas em 2 a 5 anos, imagine como você quer estar daqui a 5 anos, com uma casa própria? Carro? Ter um filho? Tenha essa meta em mente que você quer conquistar e como isso irá refletir na sua vida nesse tempo.

Metas de longo prazo

E por último, as metas de longo prazo são para serem atingidas a daqui a mais de 5 anos, pode ser uma aposentadoria confortável ou até mesmo conquistar de vez sua liberdade financeira. O importante nesse estágio é se manter mais firme ainda e mantendo os gastos controlados para alcançar seu objetivo ao longo dos anos.

Mas aí você me pergunta:

“Como eu chego as metas de longo prazo?”.

Nesse caso, o importante é dar um passo de cada vez.

Primeiro foque naquilo que você consegue alcançar, adapte a sua realidade. Seja realista, leve em conta a sua situação financeira, assim você não perde sua motivação.

Priorize aquilo que realmente fará diferença na sua vida financeira, sendo importante na sua jornada.

Pense em formas de conseguir aumentar sua renda, uma ótima opção é aprender formas de investir seu dinheiro. Com uma renda maior você conseguirá traçar mais metas para o seu futuro.

E o mais importante é manter esse compromisso consigo mesmo. Mantenha tudo sobre controle, e sempre lembrando que a organização é essencial.

“Mas eu não quero que demore tanto assim para eu atingir a minha liberdade financeira. O que fazer?”

Antes de tudo você tem que pensar em metas que, você fazendo hoje, vão te ajudar a antecipar um plano que você tem lá pra frente.

Como por exemplo, se a meta é comprar uma casa, você pode começar investindo em alternativas como renda extra, aprender outra língua para pleitar uma promoção no trabalho, poupar uma quantidade boa da sua renda, organizar todos os custos e priorizar cada passo que você deseja dar no futuro por ordem de importância na sua vida.

Sabe de alguém que está nessa situação e que precisa dessas dicas? Então compartilhe essa matéria. O Salva Dívidas dispões de diversas plataformas para te ajudar nessa jornada.

Até mais.